Distribuição dos sectores industriais em São Tomé

Turismo

São Tomé e Príncipe é reconhecido internacionalmente pela sua beleza natural impar. Destino turístico insular mais preservado da África Equatorial, praias paradisíacas, envoltas numa natureza exuberante e desfrutáveis todo o ano. Neste sector pode-se desenvolver um turismo de nicho de alto valor acrescentado que alavanque activos naturais, como exploração de ecoturismo de luxo, e patrimoniais, particularmente, através da Reconversão de rede de roças para exploração turística e habitação.

Agricultura

A qualidade do solo e do clima tropical húmido de São Tomé e Príncipe faz dos seus produtos naturais distintivos no mercado internacional. Neste domínio pode-se desenvolver uma agricultura de exploração de culturas premium, como cacau, café, pimenta e baunilha, e produtos acabados de elevado valor.

Pesca

São Tomé e Príncipe possuir uma vasta Zona Económica Exclusiva (ZEE) de mais de 160 mil km2, com imenso potencial marítimo por explorar. No sector das pescas os recursos haliêuticos mais importantes são os grandes pelágicos (tunídeos), os pequenos pelágicos (chicharro e cavala), os peixes demersais (garoupa) entre outras espécies.

Energias Renováveis

No quadro da Agenda de transformação do país, necessário se torna fazer o desbloqueamento energético, com aproveitamento do potencial hídrico, através de exploração de mini-hídricas de exploração privada.

Infraestraturas Económicas

Além de desenvolvimento de grandes projectos estruturantes como a exploração petrolífera, hub te transbordo portuário que potenciaria o desbloqueamento portuário, potenciador das exportações, hub aeroportuário de transformação e desbloqueamento de aeroporto com ligações regionais frequentes.

Fontes:

Agência da Promoção de Comércio e Investimento – Guia de Investidor STP 2018