Distribuição dos sectores industriais em Cuiabá

Setor Industrial em Cuiabá

O Setor Industrial em Cuiabá conta com um distrito integrado industrial e comercial. Localizado as margens da Rodovia BR-364, a 15 km do centro, com uma área de 695 ha, implantado em agosto de 1978 através da Lei n.º 3.864 (06.06.1977), Decreto n.º 1.239 (12.01.1978) e outros, com o intuito de promover e ordenar o desenvolvimento industrial do Estado. Sua privilegiada localização próxima a BR-364, liga Cuiabá a Campo Grande (MS), São Paulo (SP), Minas Gerais (MG), Goiás (GO) e Brasília (DF), e pela BR-163 liga ao importante Porto de Santarém-PA e pela BR-070 ao Porto de Cáceres (Rio Araguaia), configurando excelente posição estratégica.

Segundo consulta ao site da SEDEC (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico) o Distrito conta com cerca de 251 empresas diversas (Implantadas, Em Implantação e Reservas) com aproximadamente 70% em funcionamento, gerando cerca de 4.746 empregos diretos (empresas implantadas), nos mais variados setores, tais como:

  • Armazenamento de cereais.
  • Beneficiamento de borracha/indústria de artefactos de borracha.
  • Beneficiamento de cereais, produtos alimentícios/produtos animais.
  • Beneficiamento de madeira/fabricação de móveis, forro/depósito de madeira.
  • Beneficiamento, distribuição e comércio de derivados de petróleo.
  • Comércio varejista e atacadista.
  • Construção civil/artefactos de concreto/produtos cerâmicos.
  • Indústria e comércio, equipamentos rodoviários e serviços mecânicos em geral/vaporização.
  • Indústria química e gases.
  • Indústria, comércio de produtos metalúrgicos.
  • Transporte de cargas/transporte coletivo.
  • Indústria da confeção.
  • Indústria de fertilizantes.
  • Prestação de serviços.

Todas com estruturas adequadas para um bom funcionamento, conforme estabelece as Normas que regem sobre os Distritos Industriais.


Com o crescimento das construções destinadas à instalação de novas indústrias no Distrito, aumentou consideravelmente a atuação e as responsabilidades do poder público, como também a arrecadação de tributos, tais como: ICMS, ISS, IPTU, Alvarás etc., cabendo à Prefeitura a fiscalização, a limpeza e manutenção das vias de acesso, a iluminação, sendo privada a rede de abastecimento, a responsabilidade da manutenção e do fornecimento de água e coleta de esgoto.


Fontes: Secretaria Adjunta de Gestão e Planejamento Metropolitano, Governo de Mato Grosso.

 

Produção Pecuária da Região Metropolitana Do Vale Do Rio Cuiabá – RMVRC

As cidades que compõem a Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá têm como características a ocupação centenária do solo, isso leva a existência de culturas típicas da agricultura familiar, como o arroz e feijão, que ainda estão presentes em praticamente todos os municípios de da, assim como a tradicional pecuária.


No gráfico abaixo observamos as principais culturas produzida nas cidades da região metropolitana.

Figura 23 Fonte: IBGE (2019), IBGE (2021)

Figura 24 Fonte: IBGE (2019), IBGE (2021)

Fonte: Secretaria Adjunta de Gestão e Planejamento Metropolitano, Governo de Mato Grosso

Estrutura da economia (2018)

-agropecuária: R$ 30 milhões

-indústria: R$ 2.687 milhões

-serviços (exceto Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social): R$ 13.569 milhões

-Administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social: R$ 3.802 milhões

Fontes: