Zona Industrial e Zona Económica Especial de Luanda

Parque Industrial

Pólo de Desenvolvimento Industrial de VIANA

O Pólo de desenvolvimento industrial de Viana (PDIV) surgiu como consequência das Resoluções nº 1/98 e 4/98 de 10 e 27 de Março respectivamente, do Conselho de Ministros, que determinam a delimitação de um perímetro de terreno, equipado com infra-estruturas básicas, onde as empresas viriam beneficiar de um solo industrial com facilidades atribuídas, dentre as quais benefícios fiscais, incentivos, subvenções e outros.

O Pólo de Desenvolvimento Industrial de Viana é uma zona de desenvolvimento de projectos industriais que ocupa uma área total de 2.350 hectares.

O perímetro do Pólo é composto por três (3) Zonas em desenvolvimento, num total de 846 lotes, nomeadamente ZONA A, ZONA B e ZONA C, onde operam mais de 500 empresas.

A zona C caracteriza-se de forma distinta, por estar composta, maioritariamente, por projectos comerciais, prestação de serviços e habitações.

Fonte:Pólo de Desenvolvimento Industrial de Viana

 

Zona Económica Especial

ZEE Luandabengo

A Zona Económica Especial Luanda-Bengo (ZEE) é um espaço fisicamente demarcado que comporta um perímetro com uma área de 4.717,91 hectares. Esta reserva no município de Viana, em Luanda, é um território destinado à ocupação industrial, constituindo o maior espaço em Angola para implementação de projectos da indústria.

Comporta também um pólo comercial, projectos habitacionais, serviços e outros investimentos. Uma Zona com bastantes recursos para a dinamização da economia angolana. A Zona foi criada em 2009, pelo Estado Angolano, e havendo necessidade da sua inclusão na nova estratégia de dinamização local, foi redimensionada através do Decreto Presidencial nº81/21 de 8 de Abril.

 

Tem como objectivo principal fomentar a produção nacional, atrair investimento privado (nacional e estrangeiro), criar emprego e contribuir para a diversificação da economia.

 

Fonte:ZEE – Luanda Bengo