Sector da Saúde
  • Tem-se como objectivo aumentar o investimento no desenvolvimento do sector da saúde com base na investigação e desenvolvimento da medicina tradicional chinesa.
  • Em 1999, o Governo da RAEM incluiu o serviço de medicina tradicional chinesa no sistema de saúde pública, aumentando assim a cobertura da medicina tradicional chinesa, no sistema de cuidados de saúde, a todos os residentes de Macau.
  • O Laboratório de Referência do Estado para Investigação de Qualidade em Medicina Chinesa foi criado, em Macau, em 2011, dedicando-se à investigação da qualidade de medicamentos chineses e à sua inovação, promovendo a padronização e a internacionalização da medicina tradicional chinesa e a transformação dos resultados.
  • A entrada em vigor da “Lei da actividade farmacêutica no âmbito da medicina tradicional chinesa e da inscrição de medicamentos tradicionais chineses” constitui uma importante oportunidade para o desenvolvimento do sector da medicina tradicional chinesa, pois contribui para o registo e a produção de mais produtos da medicina tradicional chinesa em Macau.
  • Promoção contínua da entrada das principais farmacêuticas em Macau e estabelecimento da sede internacional em Macau de farmacêuticas de grande dimensão do Interior da China. Por outro lado, há farmacêuticas que recorreram ao Parque Científico e Industrial de Medicina Tradicional Chinesa para a Cooperação Guangdong-Macau para realizar o registo empresarial, sendo que estas abrangem áreas como medicina tradicional chinesa, produtos para cuidados de saúde, equipamentos médicos, médicas, serviços médicos, entre outras.